| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Social distancing? Try a better way to work remotely on your online files. Dokkio, a new product from PBworks, can help your team find, organize, and collaborate on your Drive, Gmail, Dropbox, Box, and Slack files. Sign up for free.

View
 

Torda-mergulhadeira

Page history last edited by Biblioteca Viriato 3 years, 3 months ago

 

Torda-mergulhadeira (Alca torda)

 


 

     Esta ave é facilmente identificável pelo seu bico grosso traçado a branco, pela combinação de preto nas partes superiores, e branco desde o pescoço até à cauda.

     No entanto, o característico bico só é visível a curta distância, pois esta é uma ave marinha de pequena-média dimensão, e que, quando em voo e a grandes distâncias, é confundível com o airo, e ou mesmo o papagaio-do-mar. Relativamente a este último, distingue-se pelo maior tamanho e cabeça mais saliente, enquanto que, relativamente ao airo, não apresenta projeção das patas para além da cauda, a tonalidade é preta (ao contrário do airo, que é castanho muito escuro) e por não possuir as coberturas infra-alares manchadas a escuro.

     É frequente durante o Inverno em voos extremamente velozes, frente às nossas costas, muitas vezes em formação ordenada.

     Pode passar facilmente despercebida quando pousada na água. Quando observada a partir de terra, a torda-mergulheira é muitas vezes vista a grandes distâncias dando a falsa sensação de se tratar de uma espécie rara. No entanto, é mais comum do que aparenta. Ocorre entre nós como invernante, podendo ser observada sobretudo entre Novembro e Março, mas é mais facilmente observável durante a passagem migratória, que se dá entre Outubro e Novembro e novamente entre finais de Março e Maio.

     Por vezes ocorre relativamente perto da costa, podendo inclusive ser detetada nas águas protegidas pelos molhes dos portos comerciais ou de abrigo.

    Em Portugal, é frequente encontrar indivíduos isolados ou em pequenos grupos, refugiados em portos de pesca, marinas ou no interior de barras. É uma excelente mergulhadora, podendo atingir várias dezenas de metros de profundidade.

 

DE QUE SE ALIMENTA?

     Alimenta-se principalmente de pequenos peixes pelágicos, nomeadamente de sardinhas, biqueirões e galeotas. Esta espécie reproduz-se colonialmente em falésias íngremes ou em ilhéus rochosos. 

   

AMEAÇAS E CONSERVAÇÃO

     A espécie apresenta uma população europeia significativa. O afogamento por captura acidental em redes de emalhar é apontado como a principal causa de morte destes indivíduos. Outra ameaça relevante para a espécie em águas nacionais é a contaminação associada a derrames de hidrocarbonetos. As prioridades para a sua conservação incluem a implementação de medidas de minimização de capturas acidentais em artes de pesca.

            

 http://www.avesdeportugal.info/alctor.html/   

 

http://www.atlasavesmarinhas.pt/torda-mergulheira/ 

                                       

Gabriela Lisboa, Nº8, 8ºB

 

 

 

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.